Como Conseguir Casos de Sucesso (e você está errando nisso!)

Olá, meu nome é Bruno Ávila e nesse vídeo, eu vou responder a seguinte pergunta: “Bruno, como faço para criar casos de sucesso?”

“Existe alguma técnica, estratégia pra isso?”

“Eu tenho um curso online e gostaria de ter casos de sucesso, assim como eu vejo nos seus cursos. Me ajuda aí, Bruno!”

Então, vamos ajudar o rapaz aqui. Sim, existe uma estratégia, existe uma técnica super simples, fácil, que eu aposto que você está fazendo o contrário do que é para ser feito. É um tipo de coisa que está na sua cara e você faz o contrário do que se deve fazer para se criar casos de sucesso. Então, daqui a pouco, eu vou revelar que estratégia é essa. Mas antes, deixa eu contextualizar.

Se você quer empreender na internet. Se você quer usar as redes sociais para SER NOTÁVEL e ganhar dinheiro com isso, com o que você faz de melhor. Se você quer vender o seu serviço por aqui. Se você quer vender o produto físico que você faz. Se você quer vender curso online, quer vender curso presencial, palestra, treinamento, é fundamental que você entenda o que é caso de sucesso.

E é fundamental que você vá atrás dele. É para lá que você deve ir e não atrás do faturamento, do dinheiro. Porque isso é a consequência do caso de sucesso. E você já vai entender o porquê.

Primeiro, deixa eu explicar o que é um caso de sucesso, caso você não saiba o que é isso. Caso de sucesso nada tem haver com depoimento. Tem a ver porque parece um depoimento, mas não é um depoimento. Depoimento é aquele vídeo onde a pessoa diz: “Olha, eu gostei do curso!”, “Ah, muito bom, gostei do produto”, isso é um depoimento. Mas caso de sucesso é diferente.

Eu tenho alguns vídeos, talvez você já tenha assistido. Se você não entrou no meu canal do YouTube ou se entrou lá pela primeira vez, recomendo que você faça um Brunoflix que você vai encontrar. Lá, tem vídeos onde eu falo sobre autoridade. Essa ideia de autoridade passa uma ideia de algo inalcançável, “Eu não sou autoridade de nada”.

O “autoridade” vem do authority, que vem de vários livros de Marketing americano. Aí, quando traz isso para cá, dá uma ideia de algo inalcançável. Então, “Quem é autoridade é o juiz, é o delegado, sei lá, médico. Eu não sou autoridade de nada”. E realmente, não é exatamente esse conceito de ser autoridade, de colocar força. Não.

A ideia do “autoridade” aqui é você passar segurança e credibilidade naquilo que você faz. Mesmo que você não tenha prêmios, mesmo que você não seja não tenha uma formação, uma pós-graduação, mas você entende muito sobre aquele assunto. Quando você mostra no vídeo que você entende sobre aquilo, as pessoas falarão: “Esse cara, ele fala com segurança, ele fala com firmeza sobre o assunto, ele mostra pra mim resultados. Então, esse cara aqui, ele tá me passando segurança e credibilidade”.

Uma vez que você consegue passar isso, maravilha, porque você vai conseguir sim vender os seus produtos, os seus serviços, porque esses são os principais ingredientes para você conseguir convencer alguém, ainda mais pela internet.

Uma coisa é você tentar vender ao vivo. Outra é você tentar vender fazendo vídeo e não ver a pessoa. E a pessoa olhando para você, através de uma tela, e não “ao vivo”. Então, é bem diferente. É mais complicado sim. Leva mais tempo sim. Mas é plenamente possível.

É isso que eu faço há não sei quantos mil anos. É isso que eu ensino, é uma das coisas que eu ensino no SER NOTÁVEL.

Então, o caso de sucesso é um dos principais ingredientes para você conseguir ter, passar essa percepção de que você é uma pessoa que entende do assunto, que sabe do que está falando.

Agora, vamos fazer um exercício. Digamos que você vá comprar um curso. Um curso é bem intangível, certo? Você não consegue pegá-lo. Você paga e você não recebe nada.

Imagina, você vai lá, dá o dinheiro ou passa o cartão e não recebe nada. Você só vai receber quando esse curso começar. Se for presencial, vai ter aquela data, se for um online que vai começar numa determinada data ou pode ser que você receba os vídeos.

Mas na verdade, você não recebe o vídeo, você recebe o acesso para assistir os vídeos e a partir dali, você começa a receber o que você comprou. Então, imagina, como é vender um negócio desse a distância? Como é que faz?

Deixa eu fazer uma pergunta para vocês colocarem aqui no comentário que eu estou gostando disso. O pessoal engaja, manda mensagem, isso é muito legal porque a gente começa uma conversa, não fica só eu mandando a mensagem para você e você não manda nada para cá. Estamos aqui conversando. Então, vai aí no comentário, me responde o seguinte. Apesar que o post vai influenciar. Vamos ver o que você vai responder aí.

“O que mais importa na hora de você comprar um curso online: o preço ou o caso de sucesso?”

Responde aí. “Ah, Bruno, é o preço!”, “Ah, Bruno, é o caso de sucesso!” 

Você pode comentar também “Ah, Bruno, eu acho que é o caso de sucesso por causa disso, isso e aquilo”, “Ah, Bruno, eu acho que é o preço por causa disso, isso e aquilo”. Eu respondo todo mundo. Então experimenta e escreve aí.

Então, o caso de sucesso é a prova de que aquilo que você está vendendo funciona. E a pessoa que está assistindo aquilo, vendo a sua página de vendas, vê aquele caso, ela vai procurar alguma coisa ali que se identifique com o problema dela.

Veja que ela não está ao vivo com você, então, ela não pode chegar e apresentar para você. “Olha, Bruno, o meu problema é esse, esse, esse, esse.” Não tem como porque é online. Então, ela vai procurar alguma coisa para se identificar.

Então, digamos que, no caso do SER NOTÁVEL, por exemplo, o Método SIRIUS. Lá tem um caso de um advogado que fez muito sucesso com o SER NOTÁVEL. É claro que aquele advogado que entrar ali, ele vai pensar assim: “Pô, que legal! Ele também é advogado. Eu também sou. Ele tem os mesmos problemas que eu tenho. E ele conseguiu sucesso com o método SIRIUS. Bacana!”

Aí, tem uma médica. “Aí, pô, deixa eu ver aqui se tem um caso de sucesso de uma médica lá.” Ela encontra e fala: “Cara, que legal! Olha só! Parece comigo!”

Então, uma coisa é você entrar na página de vendas, ver a solução, isso lhe agradar. “Pô, legal, gostei!” Mas o caso de sucesso pode ser a chave que falta na hora de você vender.

Cursos vendem sem casos de sucesso? Vendem. Vai vender um, vai vender dois. Mas quando você tem bons casos de sucesso, você vai vender, cara, 100, 200, 500, 1000, por conta dos casos que tem lá. Então, sabendo disso, o que você vai fazer? Você vai mirar na quantidade de alunos? Você vai mirar no faturamento? Não.

Ora, se você sabe que um caso de sucesso vai fazer você vender 100 vezes mais, você vai mirar aonde? Entendeu?

Caso de sucesso é a transformação. É quando o aluno chegou para você, sem nada e saiu com tudo. É quando o cara chegou para você sem objetivo e saiu com objetivo definido. É quando ele chegou para você sem saber fazer uma coisa e saiu dele sabendo fazer.

E sabendo fazer aquela coisa e tendo resultados com essa coisa. Então, se um aluno chega para mim: “Bruno, eu não tinha nenhuma presença, não tinha nenhum posicionamento, eu só tinha a minha história. É isso aqui que eu tenho”.

Eu chego e falo: “Cara, então você vai fazer isso, isso, isso, isso”. Ele vai lá e fazer aquilo que eu estou falando. Ele coloca em prática. Aí ele constrói o posicionamento dele, forma o sistema solar dele, de produto, de pessoas, que estão ali em volta.

E ali começa a vender e vende muito bem. E vende um curso e vende outro e vende um produto e vende uma mentoria e pronto! Ali ele constrói o universo dele. Ali ele já tem uma escola, tem um e-commerce, tem as propagandas que ele ganha no YouTube, tem patrocínio… Isso é um caso de sucesso fenomenal!

O cara chegou para mim do zero, sem nada e saiu com um império, usando a história dele. Aí, imagina, você entra lá, vê essa história e fala: “Cara, sensacional! Pô, eu quero participar disso! Eu quero ver, eu quero aplicar isso também à minha história, à minha vida. Eu quero construir isso, eu quero ter liberdade geográfica pra poder trabalhar na internet, assim como o Bruno trabalha. Eu quero isso pra mim também, pra minha vida. Porque essa galera que tá aqui com Bruno, conseguiu, também quero. E eu vou conseguir também, porque pelo que eu vi aqui, é parecido com o meu caso”.

Então, isso é fundamental quando você quer empreender no digital.

Legal! Você já sabe disso, entendeu como é que funciona. Já sabe também que o caso do sucesso é muito importante.

Agora eu vou falar para você que não tem nada, que deve estar falando agora “Ah, Bruno, mas eu não tenho nada. Como é que eu faço? Você já tem não sei quantos anos de carreira, já tá aí um tempão aí, já fazendo cursos online, tem muitos alunos, muitos casos de sucesso. E aí, como é que eu faço, Bruno, eu que não tenho nada?”

Então, eu vou responder para você, mas se você já está aqui, então porque você não se inscreve no meu canal no YouTube? Vai lá, se inscreve e taca o dedo para ser notificado quando sair vídeo novo.

Agora que você se inscreveu no canal, vamos lá. Qual é a técnica que todo mundo negligencia, inclusive você? Negligencia porque você não faz. Eu tenho certeza.

Porque eu já fiz cursos online de outros produtores, grandes, famosos, eu faço questão de fazer os cursos. Isso é uma prática do mercado.

A galera faz os meus cursos, eu faço os cursos deles e aí a gente entende como é que a coisa está funcionando. É uma forma de agradecer a pessoa que está no mercado. Não é essa parada de concorrência. Não, tá todo mundo aqui se ajudando.

Então, eu ajudo o cara lá. Ele me ajuda também. E a gente vai crescendo junto. Mas eu vi isso. O que eu vou falar aqui para você, eu alertei essa galera aí desses cursos que eu fiz. E que não só esses cursos que eu fiz, mas que eu já vi muita gente fazendo isso.

Para você que faz curso online, para você que me fez essa pergunta, como é que você quer ter casos de sucesso se o seu curso tem 150 horas de duração? Se uma aula tem mais de 50 minutos de vídeo? Que você dorme!

Só que é uma aula de 50 minutos de vídeo e tem mais 150. E aí, como é que você quer ter sucesso? As pessoas não vão chegar no final. Sabe um livro com mil páginas? É isso. Um curso com mais de 100 horas de duração, cento e tantos vídeos é isso. É uma Bíblia!

Veja que é bem diferente um curso com 100 vídeos, cada vídeo com 5 minutos e um curso de 100 vídeos, ou de 50 vídeos com cada vídeo durando uma hora. O povo não vai assistir. A forma como você consome um conteúdo em vídeo é bem diferente da forma como você consome um curso presencial.

Primeira coisa é que, graças a Deus, tem ali a velocidade 2x. É engraçado quando lançou essa história de velocidade 2x, eu estava fazendo pós-graduação, e aí eu tinha uma enorme vontade de botar o professor em 2x e não tinha como. Aí eu falei: “Cara, o online, ele tem muitas vantagens, né?” Então, é diferente a forma como você consome.

Veja, você não está fazendo seriado de Netflix, onde você fica ali assistindo as emoções, tem aqueles picos de emoção. Não, você está assistindo uma aula. Aula é naturalmente chata mesmo. Tem aula que você pode até brincar, deixar uma coisa mais gostosa de assistir. Eu consigo. Nos meus cursos, eu consigo porque o meu tipo de conteúdo me permite isso.

Mas existem cursos, que é difícil você tentar deixar o curso agradável de assistir. Porque é muito técnico, não tem jeito, não tem como escapar. Então, a pergunta é: Como é que você está produzindo esse curso? O que você está entregando nesse curso? Será que você está falando muita abobrinha? Será que você está enrolando muito? Ou será que você está entregando aquilo que realmente é para ser feito? No menor tempo possível?

Para você ter uma ideia, o SER NOTÁVEL Método SIRIUS, cada aula de 5 minutos, nós levamos de dois a três dias para produzir. Porque nós roteirizamos. Nós produzimos as imagens. Fizemos pesquisa, de tal forma que a pessoa possa assistir aquele vídeo, receber muito conteúdo importante, no menor tempo possível.

A pessoa em menos de 10 dias, 15 dias, consegue assistir todo o curso. Qual o resultado disso? Aliás, mais de 90% dos meus alunos da última turma chegaram ao fim do curso. Isso é raro. Você, que produz curso online, você sabe que é raro. 90% dos meus alunos assistiu todas as aulas. Por que? Porque nós tivemos um trabalho intenso de produção desses vídeos que, não é questão de câmera não. Não é porque a câmera é bonita. Não. É a roteirização da aula.

O que nós temos que entregar? E no menor tempo possível? Porque eu vou falar para você o meu lado aqui como professor online, certo? O que é fácil de fazer? Eu tenho certeza que você que está lendo, você faz isso. Você simplesmente liga a webcam e pronto.

Numa aula, você pode mostrar um PowerPoint ou então tem um quadro, uma lousa atrás. Você liga a webcam e acabou! É isso que você faz. E começa a falar. Não é verdade? Eu não estou certo? Você começa a falar, passa uma hora, duas horas. Por que?

Porque você já sabe demais sobre aquele assunto e você simplesmente começa a falar, isso é muito fácil, é muito simples para você. Então, você fala, fala, fala, fala, fala, fala, você acha aquilo agradabilíssimo. Passou uma tarde toda falando. Gravou? Beleza, manda para o ar e está aí o curso.

Meu amigo, não é assim não. Se você quer crescer aqui nesse mercado cada vez mais competitivo, você tem que se preocupar com a qualidade do conteúdo. E quando eu digo qualidade, é você roteirizar, saber o que você vai falar, o que você vai falar no início, no meio e no fim, entregar exatamente aquilo que a pessoa precisa. Não ficar sendo prolixo.

Veja que é bem diferente de um vídeo do YouTube. Você assiste vídeo no YouTube porque você está passando o tempo, viu o vídeo do Bruno, “Legal, vou assistir”. É uma conversa, é um tom de conversa.

Mas curso online, não pode ser conversa não. Tem que ter rapidez. Rapidez! Entrega porque a pessoa quer partir para a ação. Ela está cansada de ficar vendo vídeo. E aí, quando ela parte para a ação, o que acontece? CASO DE SUCESSO!

Então, não é para você entregar uma universidade. É para você entregar exatamente aquilo que é preciso. “Ah, mas eu vou falar sobre o assunto tal.” Ah, legal. Vai somar no resultado que a pessoa vai ter? “Ah, não, é só por curiosidade.” Não bota. Corta! Será que é isso que você está fazendo?

E aí, eu acho engraçado que quando tem lançamento dos nossos cursos, sempre tem alguém que pergunta assim: “Quantas horas tem o curso?”

E aí, se você diz que tem 10, 15, 18 horas, a pessoa diz assim: “Nossa! Só isso?”

Como se a gente estivesse vendendo vídeo aula a quilo.

“Ah, me vê aí 10 kg de vídeo aula.”

“Eu quero 20 horas de vídeo aula.”

Ah, mas o curso aqui não tem 20 horas, tem 7 horas. Você vai aprender a mesma coisa. Vai botar um negócio em prática em 7 horas enquanto o outro lá te entrega isso em 85 horas. É impressionante isso. O que você prefere? Aprender a fazer o que você quer aprender em 7 horas ou você prefere aprender em 85 horas?

Aí a sua percepção é “Ah, mas eu vou fazer muitas horas de aula e vou enrolar muito, para ficar muito tempo e assim a pessoa quando comprar, tem a impressão de que está comprando algo mais completo porque tem 85 horas e outro lá só tem 10”.

É verdade. Existe mesmo essa percepção. Infelizmente tem aluno que pensa assim. Totalmente errado, mas a pessoa pensa assim: “Ah, vou pagar mais caro para ter esse de 80 horas que é mais completo”.

Mas aí, você como professor, como empreendedor digital, dentro desse mercado do conhecimento, você se quebra. Por que você se quebra? Porque a pessoa vai lá, compra, acha legal, mas caso de sucesso, que é o que vai fazer você vender 100 vezes mais, você não tem.

Ela compra, nunca assiste, não bota em prática… Acabou! Como é que você vai ter uma empresa de Educação a Distância, que seja duradoura, se você não tem caso para mostrar? Se você não tem nenhum aluno para dizer: “Caramba, caramba, pô, fiz o curso do Bruno e deu resultado. Tô botando em prática e tá funcionando. E olha aqui o resultado ó, olha aqui o resultado”. Como é que você vai conseguir? Você quer ter uma ideia?

Se você não pegou, entrou aqui pela primeira vez ou nunca pegou meu ebook, pega o meu ebook “As 8 Estratégias Para SER NOTÁVEL”. O link tá aqui. Pega e você vai ver a quantidade de informação que tem em tão poucas páginas, a tal ponto que você pode pegar isso e botar em prática.

O ebook foi a minha primeira usina de casos de sucesso. Pega pois tem uma discussão aqui dentro da empresa que a galera está falando: “Bota esse ebook pra vender porque eu nunca vi ebook gratuito que tem case”. E aí, você vem me dizer se não é verdade.

Porque esse aqui não é qualquer ebook não. Porque tem gente que pega um PowerPoint, bota lá “Ah, meu ebook”, pelo amor de Deus, não é assim.

Então, se você quer empreender no digital, foque no caso de sucesso. E a estratégia é, você que trabalha com cursos online: Entregue aquilo que é para ser feito! Entrega aquilo para o aluno que ele vai botar em prática e vai funcionar. Corta tudo que não interessa.

“Ah, Bruno, mas só vai ter 5 horas o curso.”

E é isso mesmo. Entregue 5 horas. Pode entregar bônus, vários bônus e tal, mas o método são 5 horas. Acabou! O cara vai botar em prática e vai funcionar. Pronto! É isso.

Aí, você vai ter um monte de caso de sucesso. Essa aí, hein. Essa aí se você não está batendo palmas, pelo amor de Deus. Porque depois dessa, se você não se inscreveu no meu canal, você tinha que se inscrever era duas vezes. Curtida tinha que ser em 10x. 10x de curtida, já pensou isso?

Porque essa, eu só digo em mentoria, falo para os meus alunos do SER NOTÁVEL. Pelo amor de Deus, isso aqui é precioso. Eu estou falando de credibilidade. Então, vai lá, se inscreve no meu canal e continua me acompanhando por aqui também. Eu espero você no próximo post.

“Assista o vídeo completo no Youtube”

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu